Prever Novo
  • A prefeitura de Campo Mourão não irá cumprir a lei que alterou o fundo da Procuradoria Geral.

    O prefeito Tauillo Tezelli assinou nesta sexta-feira o decreto do não-cumprimento.

    Ele já tinha vetado o projeto, mas o veto foi derrubado pela Câmara.

    O curioso e´que foi o executivo quem enviou a proposta ao legislativo.

    Só que houve alterações no projeto que Tauillo não concordou.

    .

    Vai pra Justiça

    A prefeitura vai questionar na Justiça a lei aprovada pela Câmara. Alega, entre outras coisas, que a aprovação violou a iniciativa privativa do prefeito.

    Comentário(s)
  • Unicampo Pós 2020

  • A prefeitura de Engenheiro Beltrão pagou nesta quinta-feira o 13° salário dos servidores municipais.

    A informação é do Blog do Garbim.

    O atraso tinha gerado até recomendação do Ministério Público.

    O MP cobrou o pagamento e explicações pelo atraso.

    Mesmo após o pagamento, a prefeitura não se manifetou nem pelo site oficial, nem por sua página no Facebook.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • ..."mortes matadas" foram registradas este ano na região. O terceiro crime aconteceu em Roncador. A vítima foi um homem de 38 anos, que foi morto a facadas na noite de quinta-feira.

    Assassinatos por cidade

    Goioerê: 1

    Iretama: 1

    Roncador: 1


    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • A Previscam é obrigada a adequar a alíquota ao servidor federal.

    Por isso o projeto que prevê o aumento de 11% para 14% foi enviado pela prefeitrura de Campo Mourão para a Câmara.

    "Não há outra alternativa", explica a superintendente da Previdência Municipal, Silvane Botega.

    Tudo está previsto na reforma aprovada pelo Congresso Nacional.

    E tem de estar em vigor até abril, respeitando a noventena, daí o pedido de votação em regime de urgência.


    Comentário(s)
  • Farol - Dengue - 2020

  • O Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Mourão é contra o aumento da alíquota da Previscam para 14%.

    A posição foi manifetada em "Nota oficial" nesta sexta-feira.

    O texto diz que o aumento vai tirar 3% do salário do servidor, que já não teve reajuste real na atual gestão.

    E cita que o problema financeiro da Previscam não é culpa do servidor.

    A nota também critica o projeto por não aumentar a parte patronal, mas o desconto sobre os funcionários.

    .

    Veja na íntegra

    https://www.facebook.com/Sindiscam/


    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • O clic é da entrega dos certificados para os 25 projetos aprovados para a Lei de Incentivo ao Esporte de Campo Mourão. Foi na prefeitura, com a presença do prefeito Tauillo Tezelli. Para este ano, serão R$ 1,3 milhão, proveniente de patrocínios de empresas e renúncia fiscal do município. O secretário Marcelo Lima (Esporte) e os vereadores Sidnei Jardim e Edoel Rocha também participaram.


    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • Terra FM

blz.com.br