Prever Novo
  • Essa história da Boca Maldita se oferecer para fazer a consulta popular sobre quantos vereadores devem existir na Câmara, como quer Izael Skowronski (PPS), deixou algumas pessoas preocupadas. É que teve uma época que as pesquisas da Boca eram realizadas pela IM pesquisas. IM? Isso mesmo: IM de "Idevalci Maia", o professor Idê, que hoje é vereador e defende abertamente uma Câmara com apenas 11 vereadores. Mas até disso aparece alguém para lembrar, hein?...
    Comentário(s)
  • Unicampo - Solidário

  • Só uma curiosidade: a nova assessora do PSL é servidora da prefeitura. Para trabalhar na Câmara, ela teve que ser cedida ao legislativo. Rosimeire é atendente infantil. Viu, já temos alguém para puxar a orelha dos "nobres edis" que não trabalharem direito...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Começou a trabalhar ontem o 15º assessor de bancada da Câmara de Vereadores de Campo Mourão. Rosimeire Marconi Martins vai assessorar o vereador Salvador Martins (PSL). Engraçado os dois terem o mesmo sobrenome, não? É que, coincidentemente, Rosimeire é nora de Salvador. Com isso, são quatro os assessores parentes de vereadores. Ah, mas nora nem é sangue do sangue...

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • O vereador Isidoro Moraes (PSL) não se conforma dos vereadores de Campo Mourão não terem uma salinha sequer para atender o povo quando estão na Câmara. Por isso, ele resolveu radicalizar. Se o problema não estiver resolvido até amanhã, vai instalar uma escrivaninha em frente à Câmara e atender o povo na calçada mesmo. Ué, se hippie pode...

    Comentário(s)
  • Farol - Doe Sangue

  • Deu o maior bate boca ontem no programa Anísio Moraes, da rádio Colméia. De um lado, uma ouvinte reclamando que o pedreiro que trabalha no São Judas Tadeu não terminou um serviço para ela. Do outro, mulher e filha do tal pedreiro defendendo a atuação do marido/pai. Só faltou o Anísio mandar o Alderi Ribeiro ouvir a versão do defunto...

    Comentário(s)
  • Carlos Dubay

  • O prefeito Tauillo Tezelli (PPS) também deu sua "alfinetadinha" no presidente da Copel. Com muita sutileza, ele derrubou um dos principais argumentos de defesa de Hubert para a venda da Copel. É que o presidente disse que a privatização iria derrubar os preços das tarifas de energia. Tezelli, então, quis saber se os preços já tinham caído nos estados que já privatizaram o setor. Errrh... Hãããã... Então... Éééé...Ah, mas uma hora cai...

    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • O presidente da Copel não conseguiu passar por Campo Mourão sem ter que falar na Usina Mourão e da decisão judicial que manda demolir tudo o que estiver construído às margens do Lago Azul. Ele disse que é contra as demolições e que acredita que um proprietário cuida melhor das encostas do lago do que a natureza sozinha. Hubert, porém, teve que admitir que não sabe como resolver esse problema. Ah, é só dar uma baixadinha no nível do lago...

    Comentário(s)
  • Hemonúcleo - Agendadamento

  • Ao final da palestra em defesa da venda da Copel, o deputado estadual Nélson Tureck (PFL) contava todo orgulhoso aquela história já revelada pela BOCA SANTA. Chamado pelo Fórum contra a privatização da empresa para se posicionar a respeito, em pleno Sindicato dos Bancários, Tureck não se acanhou, não. Disse que é favorável à venda. Até parece torcedor do Grêmio, vai com o governador onde o governador estiver...

    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • O primeiro a fazer perguntas a Ingo Hubert foi o presidente do Sindicato Patronal Rural, Nélson Teodoro de Oliveira. Ele defendeu a privatização, mas cobrou uma espécie de indenização aos produtores rurais que, no passado, investiram pesado para que a energia elétrica chegasse à zona rural. Justo. O problema é que para fazer essa pergunta aí, ele quase levou mais tempo que a palestra de Hubert. E olha que Nelsinho nem falou da fundação da Coamo...

    Comentário(s)
  • Terra FM

  • Como o povo do Paraná já deixou bem claro que é contra a privatização da Copel, Ingo Hubert mudou o discurso. Disse que a empresa de energia será "desestatizada". Ah bom!...

    Comentário(s)
  • O presidente da Copel, Ingo Hubert, esteve ontem à noite em Campo Mourão, a convite da Acicam, defendendo a privatização da empresa. Palestra aconteceu no anfiteatro do Cies. Agora, cá entre nós: pelo tanto de policiais militares que colocaram na avenida Irmãos Pereira, o governo deveria estar esperando um protesto danado contra a presença de Hubert na cidade...

    Comentário(s)
  • Na hora de se fazer as perguntas ao presidente da Copel, ninguém foi mais direto do que o empresário Alcione Jacob de Souza. Ele perguntou a Hubert se era verdade que o governo do Estado estava dando dinheiro aos deputados estaduais para garantir a privatização. Hubert, é claro, negou, mas uma direta dessas, nem o nosso Acelino Popó daria melhor...

    Comentário(s)
blz.com.br