Unicampo - Vestibular 2021 inverno
  • Esse aí foi o abraço que o prefeito Tauillo Tezelli (PPS) deu no vice Getulinho Ferrari (PPS), anteontem, durante a solenidade de transmissão de cargo. O que chama a atenção é a cara de alívio e de alegria de Tezelli. Até parece que está acordando de um pesadelo. Aliás, durante a transmissão de cargo, Tezelli fez questão de lembrar que em muitos municípios prefeito e vice brigam ainda antes da posse, o que só tumultua a administração. Não é o caso de Campo Mourão. Mas que uma briguinha dá uma emoção a mais na política municipal, dá. Ah, como dá...

    Comentário(s)
  • Corpal - Vem aí

  • Boa notícia: a Santa Casa de Campo Mourão foi autorizada a utilizar aqueles R$ 330 mil do governo do Estado para pagar a contrapartida dos equipamentos do Ministério da Saúde. Boa notícia 2: com a variação do dólar, os R$ 2 milhões inicialmente previstos saltaram para R$ 2,9 milhões. Maravilha. Má notícia: junto com a verba, subiu o valor da contrapartida. De R$ 330 mil, foi para R$ 450 mil. Ih, vai começar tudo de novo...


    Promessas
    O prefeito Tauillo Tezelli (PPS) saiu de licença por 30 dias. Antes, afirmou em entrevista à imprensa que pode implantar ainda este ano duas promessas de campanha: o passe livre do estudante e a farmácia básica 24 horas. Melhor implantar mesmo, afinal, 2002 é ano de eleição e, em ano de Copa do Mundo, outubro chega rapidinho, rapidinho...


    Trocado
    Na cerimônia de posse de Getulinho Ferrari, o delegado Roberval Butaccini, estava lá. Ele passaria despercebido se não fosse um detalhe: seu nome foi citado como delegado da 11a Subdivisião Policial? Décima primeira? Não, a delegacia é a 16a. Quem é 11o é o Batalhão da Polícia Militar. Ih, misturar PM com PC dá briga. Ainda mais quando o delegado é corintiano e o comandante da PM (major Casarolli) é gremista (lembra do final da Copa do Brasil?)...


    Empossado
    O açougueiro Cido Pinheiro (PMDB) começou a trabalhar ontem de manhã como novo prefeito de Mariluz. A transmissão de cargo foi tranquila. Na noite anterior, na Câmara, durante a solenidade de posse, no entanto, o clima esquentou. Vereadores de oposição fizeram questão de discursar e deram umas provocadas no prefeito. Não era hora nem lugar, mas oposição é tudo igual. Só muda o endereço...


    Protestos
    Os discursos dos vereadores de oposição desagradaram o público que superlotou a Câmara. Pudera. Quem vai a uma posse de prefeito é, em geral, partidário dele. Daí, já viu, o público do lado de fora começou a gritar e a xingar os vereadores. Não respeitaram nem o minuto de silêncio pedido pelas mortes do vice-prefeito e do presidente do PPS, no ano passado. Aliás, quem estava do lado de fora nem viu que todo mundo parou por um minutinho...


    Pára-quedista
    Cido Pinheiro tomou posse ontem, mas já tem um deputado estadual para representar Mariluz na Assembléia Legislativa. Trata-se de Caíto Quintana (PMDB), de Curitiba. Olha aí, mais um pára-quedista para “roubar” os votinhos da região...


    Honorário
    De Campo Mourão, quem esteve em Mariluz na posse do prefeito foi o ex-deputado Darcy Deitos (PMDB). Ele disse que estava representando o senador Roberto Requião e teve direito até a discurso. Na fala, Deitos lembrou que, quando deputado, recebeu o título de cidadão honorário de Mariluz e, por isso, se sente sempre na obrigação de ajudar o município. Ué, ele é cidadão honorário ou é padrinho?...


    Ausente
    Antes que você pergunte: o padre Adelino Gonçalves (PMDB), que foi o prefeito cassado da cidade no ano passado e que apoiou a eleição de Pinheiro, não apareceu na solenidade de posse. Ele está num retiro no Rio Grande do Sul. Mas Adelino deixou sua marca. O secretário de Planejamento (Valmir Souza Melo) e o contador da prefeitura (Hilton Quadros) são os mesmos da curta administração do padre. Ah, ninguém falou em mudança total mesmo...


    Pratas-da-casa
    O secretariado de Cido Pinheiro tem uma particularidade: todos os cargos de confiança foram ocupados por pessoas que moram em Mariluz. Nada demais se não fosse um detalhe: padre Adelino foi muito criticado nos seus dois meses de mandato por ter levado assessores de outras cidades. Gato escaldado...


    Médicos
    E o novo prefeito assumiu querendo mostrar serviço. Junto com ele começaram a trabalhar na prefeitura mais três médicos contratados, dobrando os profissionais à disposição no posto de saúde. Eram três, agora são seis. Um sétimo deve assumir nos próximos dias. Que disposição! No começo é assim mesmo. Depois, quando se reelege, tem prefeito que até fecha postos de saúde...


    Provão
    Não foi apenas o curso de letras da Fecilcam que melhorou seu desempenho no provão, pulando do conceito C para o B. Também melhorou o curso de economia, indo de D para C. Administração se manteve no C e matemática e pedagogia, avaliados pela primeira vez, também foram C. Já o curso de administração do Cies ganhou D do MEC. Ah, vá ver foi D de “demais”..


    Comparação
    Apesar das notas razoáveis, a Fecilcam foi bem se comparada com outros faculdades públicas do Paraná. Só para se ter uma idéia, a instituição de Jacarezinho, que vai sediar a Unespar, foi C em Letras, D em matemática e C em pedagogia. O máximo que conseguiu foi empatar com a Fecilcam em pedagogia (C). No resto, perdeu todas. Mesmo assim é sede da Unespar. Imagine se tivesse ganho alguma coisa...


    Vestibular
    Falando em Fecilcam, 1.333 candidatos vão disputar as 275 vagas do vestibular de verão, nos próximos dias 27 e 28. Os cursos mais concorridos são administração (6,87 por 1), pedagogia noturno (6,4), letras (5,4) e geografia noturno (5,2). Só curso velho. O curso novo mais concorrido é matemática, com 5  por 1. O curso de agroindústria mal chegou a 2,1 por 1. É, enquanto as indústrias não vêm, melhor ser professor mesmo...


    Concurso
    A prefeitura de Campo Mourão divulga hoje a lista dos aprovados em seu concurso público. São 1.625 candidatos disputando 91 vagas. O “listão” será fixado na prefeitura e publicado no site www.campomourao.pr.gov.br. Só antes de sair fazendo festa por aí em caso de aprovação, lembre-se que o salário máximo não passa de R$ 975 e que muitas vagas pagam somente R$ 194,40. Melhor nem dizer que a hora extra está proibida para não desanimar muito...
    Comentário(s)
  • Prever - Planos

  • As mulheres cumprem melhor seus horários e são mais organizadas no trabalho”.

    Antônio Sena (PMDB), prefeito de Goioerê, justificando porque cinco dos nove secretários municipais de sua administração são do “sexo frágil”.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br