Unicampo - Vestibular 2021 inverno
  • Essa aí foi “clicada” na rua Mato Grosso entre as avenidas Capitão Índio Bandeira e Irmãos Pereira. Em pleno centrão de Campo Mourão, os montes de pedra e de areia foram colocados na calçada. Não sobrou um centímetro sequer para os pedestres passarem. Ih, mas nem o meio-fio deixaram livre?..

    Comentário(s)
  • Corpal - Vem aí

  • O governo do Estado deu um presentinho de grego para a prefeitura de Campo Mourão. O antigo Colégio Ivone Castanharo, que foi municipalizado e rebatizado de Professor Domingos José de Souza, foi parar nas mãos da prefeitura precisando de uma reforma de R$ 52 mil. Para complicar, esse dinheiro não está previsto no orçamento. Orçamento? O que é que é isso mesmo?...


    Decepção
    A decepção na prefeitura com a escola velha que recebeu é grande porque o município contava como certo que iria ficar com o estabelecimento novo que vem sendo construído na região. Contava com a escola nova e ficou com a velha. Fica na oposição, fica?...


    Fechando
    A Secretaria de Educação de Goioerê deve fechar ainda este ano duas das três escolas municipais rurais que restam por lá. O problema é a falta de alunos. Uma delas tem 11 crianças matriculadas. Outra apenas 15. Para piorar, na comunidade de Esteirinha a única professora não é concursada e, no Porto Seis, a professora deixou a comunidade. Ih, a “tia” saiu antes do barco afundar...


    Em queda
    Em Campo Mourão ainda restam cinco escolas rurais (contando com Piquirivaí) e os alunos também estão minguando. No Barreiro das Frutas, a escola terminou o ano letivo de 2001 com 12 alunos. Isso mesmo: 12. Na Fazenda Boa Esperança, restaram 30. Isso na escola inteira! Em Piquirivaí, o número de alunos caiu tanto que o período da tarde foi extinto. Duro é fazer o relógio pular do meio-dia para às 18 horas...


    Tudo junto
    Das cinco escolas rurais de Campo Mourão, duas ainda funcionam no sistema multiseriado. Ou seja: uma única sala mistura alunos de 1a a 4a série. E todos com uma professora só. Imagine o desespero da professora As duas escolas de Goioerê que estão para fechar também funcionam assim. Um aluno está aprendendo a ler e outro, do lado, fazendo interpretação de texto. Mas que é uma beleza para economizar com professor...


    Pressão
    Tanto em Goioerê como em Campo Mourão, tem escola rural que só não fechou ainda por pressão da comunidade. Na localidade goioerense da Esteirinha, por exemplo, a comunidade não gostou de saber que a escolinha pode fechar e os alunos serem levados para estudar na cidade em ônibus da prefeitura. Eles temem pela segurança das crianças e acham que o estudo ficará difícil demais. Duro está sendo achar gente, a cada no que passa, para fazer pressão...


    Na praia
    Leitor enviou e-mail a este Site no final de semana manifestando uma preocupação. Disse que ficou sabendo que o prefeito em exercício Getulinho Ferrari (PPS) tinha viajado para a praia, deixando a cidade sem chefe do Executivo. Calma! Getulinho curtiu a praia só no final de semana e já está de volta. Nem pegou uma corzinha. Além do mais, melhor voltar rapidinho mesmo, afinal, vai que o povo nem sente falta...


    Seringa
    Aparece de tudo no Procon de Campo Mourão. A última é um rapaz que jura ter encontrado uma seringa dentro de uma garrafa de cerveja. O problema é que ele só viu o objeto quando a “cerva” acabou e a seringuinha começou a fazer barulho ao bater no casco. O rapaz tem testemunhas, mas será duro provar a denúncia, uma vez que a garrafa está aberta. Ah, agora já foi...


    Exames
    Segundo o secretário-executivo do Procon, Silvano Jardim, o rapaz que encontrou a seringa na cerveja não está querendo nenhuma indenização milionária. Ele quer só que a cervejaria lhe pague uma bateria de exames para comprovar que beber a cervejinha com seringa não lhe trouxe nenhum mal. Ah, vá ver a seringa já vem para se medir o índice de álcool no sangue...


    Queixas
    Saiu o relatório dos atendimentos feitos em 2001 pela Ouvidora Geral de Campo Mourão. Foram 1.865 reclamações e 2.209 atendimentos (4.074 no total). Questões ligadas a matos, terrenos baldios, podas de árvores e poluição representaram 30% das queixas. Reclamações sobre a saúde, como mal atendimento, falta de ambulância ou falta de remédio não passaram de 1%. Pode? Ah não, tá faltando remédio para esse “ouvido”, isso sim!...


    Em queda
    O relatório da Ouvidoria Geral revela ainda que a administração foi melhorando ao longo do ano. Pelo menos o número de reclamações no primeiro semestre (1.092) é bem maior que no segundo (773). Coincidentemente, o segundo semestre marcou a estréia do secretário Cristiano Calixto. De duas, uma: ou a prefeitura melhorou ou foi Calixto que ainda não aprendeu direito a registrar as queixas do povo...


    Mais um
    Apareceu mais um mourãoense na lista dos 12 mil pré-selecionados para o programa “Big Brother”, da Rede Globo. Trata-se do comerciante Vainer Martins Reis, dono de uma loja de brinquedos no calçadão. Agora são sete os mourãoenses no listão. O nome dele tinha passado batido porque está com endereço de São Paulo, onde Reis também trabalha. Ah, São Paulo, Campo Mourão, é quase a mesma coisa...


    Os nomes
    Portanto, de Campo Mourão estão pré-classificados para oBig Brother: Cláudio Trintin, Edson Balbino, Lucilene Araújo, Rosemeire Carlis (e não Casarin como foi publicado ontem), Sibelle  Menin, Sidnei Casarin e Vainer Martins Reis. Um timaço. Os outros 11.993 pré-selecionados que se cuidem: Campo Mourão tá na área!...


    Críticas
    Por falar em “Big Brother”, o padre Marinaldo Batista, que está atualmente em Roma, envia e-mail para dizer que esse programa já existe na TV italiana. Lá ele se chama “Il grande fratello”. O padre não poupou críticas ao programa. Ao menos os italianos traduziram o nome do negócio. Aqui será na base do inglês mesmo. E BOCA SANTA, hein, agora tem correspondente em Roma...


    Papelada
    O relator da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, Edson Battilani (PPS), e o presente José Turozi (PV), estão na cidade, prontinhos para reiniciar a discussão sobre o orçamento do município de 2002. Turozi já até pegou a papelada para dar uma reexaminada. O problema é que agora é época de férias para os funcionários do Legislativo. Ah, ainda restam 11 meses e 15 dias...


    Rebelião
    Cena de cidade grande domingo à tarde na cadeia pública de Campo Mourão: briga entre presos rivais terminou com quatro feridos, sendo um com suspeita de perfuração no rim. O delegado Roberval Butaccini reclama que a cadeia está lotada (80 presos) e que apenas uma cela mantém 17 presos ameaçados por outros e que, por isso, não podem se misturar. Ih, só tá faltando a Simony para se apaixonar por algum deles...
    Comentário(s)
  • Prever - Planos

  • O escritor mourãoense já nasce inadimplente”.

    Alvino Cordeiro, pioneiro e poeta, contando que precisa vender a tiragem de seu livro de poesias “Gotas de Amor” para pagar os custos que teve com a gráfica.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br