Unicampo - Vestibular 2021 inverno
  • Esse aí é o momento em que o prefeito em exercício de Campo Mourão, Getulinho Ferrari (PPS), reuniu vereadores governistas para apresentar o projeto de lei que cria a Fundação de Desenvolvimento Científico e Tecnológico de Campo Mourão e Região (Tecnocampo). Ele falou da importância da criação da instituição que já possui similares em várias outras cidades pólos. Hummm, então quer dizer que foi útil aquela reunião sobre o assunto que o deputado Nélson Tueck (PSDB) promoveu na Comcam?...

    Comentário(s)
  • Prever - Descontos

  • A semana promete ser agitada nos bastidores das prefeituras da região de Campo Mourão. Na sexta-feira acontecem as eleições para a escolha dos novos presidentes da Comcam e do Cis-Comcam. As eleições começarão às 9 horas. Na Comcam, até agora, apenas o presidente Valdinei Pelói (Rancho Alegre do Oeste) manifestou desejo pela presidência. Ih, pelo visto esse negócio de reeleição é contagioso...


    Bate-chapa
    No Cis-Comcam, como BOCA SANTA já informou na semana passada, são três os pretendentes: o atual presidente Odilon Andreoli Gonçalves (Roncador), Jaldemo Duarte (Altamira do Paraná) e Cláudio Gotardo (Boa Esperança). Os dois primeiros são médicos. Dos três, Odilon leva uma vantagem: como a prefeitura dele continua fechada, sobra mais tempo para a campanha...


    Concorrência
    Falando em Cis-Comcam, o chefe de gabinete da prefeitura de Campo Mourão, Ricardo Borges, explica que o prefeito Tauillo Tezelli (PPS) enviou uma carta à direção do Consórcio de Saúde dizendo que não pagaria as reformas do prédio se não houvesse uma licitação para a obra. A direção do Cis-Comcam jura que isso foi feito. Com atraso, mas foi feito. Ah, então Campo Mourão também tem direito a um atrasinho nas mensalidades...


    Demolições
    A Justiça Federal de Campo Mourão deve se manifestar hoje sobre aquele recurso que pede a suspensão das demolições às margens do Lago Azul. Tudo sob a alegação de que as cotas de segurança estão erradas. Para muitos proprietários é mais uma esperança de manter as obras em pé. Se bem que se o recurso não for acatado, os advogados devem recorrer a instâncias superiores. Então, como diria o outro, “ainda há uma luz no fundo do poço”...


    “Na chón”
    BOCA SANTA deu uma passadinha no final de semana pelo Lago Azul e constatou que alguns proprietários já fizeram as demolições. Casas de barco, churrasqueiras e quiosques foram desmanchados. É pouca coisa, mas já foram para “a chón”. Entre a esperança de um recurso e o risco de uma multa diária de R$ 500, alguns preferiram evitar a multa. É, “quinhentão” diário por causa de uma churrasqueira, não. Melhor comer alface. É até mais saudável...


    Abusos
    Um dono de casa às margens do Lago Azul contou que demoliu algumas obras e só uma semana depois apareceu essa história de erros das cotas de segurança. Ele reclamou que parte de todo esse barulho das ações judiciais é culpa de alguns dos próprios proprietários, que abusaram nas construções, inclusive após a apresentação das ações, desafiando a Justiça. Ah, o que é proibido é mais gostoso...


    Matagal
    Na guerra contra o matagal, o secretário Ademir Moro Ribas (Infra-Estrutura e Meio Ambiente) lembra que Campo Mourão tem 40 escolas para serem cuidadas, incluindo o Caic (“Aquilo é uma fazenda”, diz Ribas). Isso fora os jardins de praças e canteiros públicos. Daí não sobra tempo nem gente para capinar terreno particular, cuja responsabilidade é de seus donos. Ah, depois não digam que não há preservação do verde...


    Araucária
    Um dos bairros com maior problema de mato na cidade, o Araucária, vem resolvendo a questão de forma simples e criativa. A Associação de Moradores aciona os proprietários e contrata a capinagem por atacado, o que agiliza o processo e reduz os custos. Mais: a prefeitura fica com vergonha e limpa os terrenos dela também. Ué, não tem o efeito dominó? Este é o efeito vergonha...


    Trabalho
    Seguem as obras de reforma na Câmara de Campo Mourão. E pelo jeito o trabalho ainda vai demorar um pouco. Enquanto isso, pedreiros e carpinteiros substituem os vereadores no plenário. Aliás, as más línguas deram uma passadinha por lá e saíram dizendo por aí que nunca se trabalhou tanto no plenário como agora. Pudera. Na obra não tem palavra livre nem diária...


    Violência
    Num momento em que tanto se discute a violência no Brasil, não custa lembrar um dado interessante. Durante todo o ano passado ocorreram 33 assassinatos em Campo Mourão. Trinta e três. Desse total, apenas um foi latrocínio (mataram para roubar). Os outros 32 foram brigas de bar (leia-e bebedeira), brigas de gangues e brigas entre traficantes. A maioria seria evitada se não fosse o “bendito” revólver.  Mas tem gente que não quer ver, né?...


    Pobreza
    Quem não está gostando nada dessas últimas mortes violentas em Campo Mourão é o pessoal das funerárias Sesf e São Pedro (aquelas “concorrentes” que trabalham juntas). É que as vítimas até agora são todas pobres e as famílias usaram caixões de doação. Moral da história: a criminalidade não gera emprego nem renda...


    Gabinete
    Já que o assunto está fúnebre, vale destacar que a enquete de BOCA SANTA da semana passada terminou  com vitória do gabinete do prefeito. Nada menos do que 50% dos internautas disseram que enquanto durar a reforma na capela mortuária, os velórios devem ser realizados no gabinte do prefeito Tauillo Tezelli, que está em férias. Mas tem o lado bom: dá para aproveitar o público presente e fazer campanha para deputado...


    Como ficou
    As outras opções de locais para velórios tiveram a seguinte votação: Na rodoviária velha, onde há amplo estacionamento (11%); Nas creches que estão em férias coletivas (4%); Na capela mais próxima, em Peabiru (2%); Na Usina do Conhecimento, que “já” está coberta (19%); Cancela o velório e enterra o defunto logo (14%). Ih, pelo jeito é preciso dar uma reformada na capela de Peabiru também...


    Sem venda
    “Com a desistência do governo do Estado de vender a Copel, o que o deputado Nélson Tureck (PSDB) deveria dizer ao governador Jaime Lerner?” Esta é a enquete desta semana. Ontem, no primeiro dia de votação, 41% dos internautas afirmaram que Tureck deve perguntar onde enfiar a cara a partir de agora. Vote você também. Ajude o deputado a tirar esse nó da garganta...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Me chamaram de vendilhão e de puxa-saco”.

    Valdete Rodrigues de Almeida, empresário e radialista, se queixando de um grupo político que vem dizendo em reuniões pela cidade que a Rádio Humaitá se vendeu para a prefeitura, sábado, em seu programa diário na emissora.

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br