Unicampo - Vestibular 2021 inverno
  • Não é o que você está pensando. Os jardins do Sesc de Campo Mourão estão quase sempre bem cuidadinhos porque jardineiros são contratados para fazer os serviços de manutenção. Mas esta BOCA SANTA pegou no flagra. O cavalo do jarneiro, com carroça e tudo, não resistiu ao ver o patrão trabalhando sozinho e foi dar uma mãozinha. Ah, como é linda a solidariedade...

    Comentário(s)
  • Prever - Descontos

  • Não teve jeito. O juiz federal Marcos César Romeira Moraes não acatou o recurso que pedia a suspensão dos prazos para as demolições de obras às margens do Lago Azul. Assim sendo, o prazo continua correndo e quem não demolir as construções irregulares pode levar uma multa diária de R$ 500. Moraes considerou as alegações irrelevantes e apresentadas fora de hora. Ih, lá se foi a luz do fim do poço...


    Desentranhar
    O juiz federal de Campo Mourão foi duro em seu despacho. Ele disse que a petição apresentada foi indevida e deve se “desentranhada”. Desentranhada? Calma que um bom dicionário ajuda. Desentranhar significa “arrancar as entranhas”, “tirar ou extrair do íntimo da alma”. Significa também “retirar um documento do corpo dos autos”. Ufa! Esta última esclarece tudo. Pelo menos as entranhas e a alma estão salvas...


    Sem erro
    Sobre os eventuais erros nas demarcações das cotas de segurança, Moraes ressalta que o laudo apresentado no recurso é de interesse dos réus, “sem fé e oficios públicos”. Segundo ele, os erros alegados ocorrem apenas por métodos de medições, mas isso não significa que haja alteração das divisas. Hummmm, mas nem uma semaninha a mais para as despedidas?...


    Murinho
    O juiz federal também descartou a possibilidade de manutenção dos contrapisos. Ele reforçou o laudo do IAP que sugere a manutenção apenas dos muros de arrimo. Mesmo, assim, Moraes ainda frisou no despacho que esses muros ficam “por enquanto”. Ele disse que futuramente a reconstituição vegetal irá cumprir a finalidade hoje atribuída aos murinhos. Ih, lá se vai o último sobrevivente da presença humana no Lago Azul...


    Trapiche
    Tem mais decisão que vai desagradar os donos de áreas às margens do lago. O juiz indefiriu o pedido para que um trapiche só fosse demolido quando o nível da água baixar. Moraes entendeu que isso só comprova a invasão de uma área pública e sugeriu aos proprietários que adotem técnica e mão-de-obra adequadas. E tudo isso dentro dos prazos já determinados. Hummm, quem revende marretas vai adorar...


    Lição
    “As pessoas devem entender, definitivamente, que a área deve ser recomposta em termos de preservação ambiental. Todos devem contribuir para isso. A recomposição da área não necessita de calçadas, pisos ou muros de arrimo; precisa de vegetação, que é a contenção natural dos lagos e rios, além de contribuir para a qualidade da água e dos animais que nela necessitam”. Palavras do juiz federal. Ih, tem gente que vai sentir saudades do promotor José Aparecido da Cruz...  


    Má fé
    O despacho do juiz federal Marcos César Romeira Moraes termina com um “pito” na prefeitura e nos demais autores dos recursos apresentados sobre o caso. Ele disse que petições que prejudicam o andamento do processo, “sem amparo nas normais processuais”, podem se caracterizar má-fé e gerar multa. Multa? Mais uma? Melhor deixa...


    Deputados
    O prefeito de Araruna, Renato Toaldo (PPS), disse ontem a Ely Rodrigues (Colméia), que já tem compromisso com dois deputado estaduais nas eleições deste ano. Um deles é Divanir Braz Palma, de Maringá. Outro é Édno Guimarães, de Cianorte. Nenhum é da região nem do PPS. E o PPS de Campo Mourão achando que será moleza eleger Tauillo Tezelli deputado estadual...


    Liberdade
    Na entrevista à Rádio Colméia, Toaldo disse que precisa de um deputado para ajudar o município e teve que se socorrer com gente de fora. Ele afirmou que o deputado federal Rubens Bueno (PPS) pediu a ele que não só não arrumasse compromisso com candidatos a governador, a senador e a deputado federal. Para deputado estadual ele estava livre. Foi Toaldo que falou. Ai-aiai-aiai! Ah, vá ver o partido acha que não precisa dos votos de Araruna...


    Na cadeia
    Mais dois homens acusados de participar do roubo ao Banco do Brasil de Campina da Lagoa, no sábado, foram presos ontem. Eles estavam num ônibus do Expresso Maringá indo de Luiziana a Corumbataí do Sul. Agora são três os presos. O trio levou R$ 45.296,00. Desse total, R$ 26.278,00 foram recuperados. Portanto, se você achar R$ 19.018,00 por aí, cuidado...


    Segurança
    Acredite se quiser: em Barbosa Ferraz o carcereiro responsável pelos presos é um dos próprios presos. É um dos chamados “presos de confiança”. A mulher responsável pela limpeza da delegacia também é uma presa. Verdade. E olha que Barbosa Ferraz é sede de comarca. Só não tente conferir essa história por telefone: a linha da delegacia está estragada e não funciona há 15 dias...


    Improviso
    É bom lembrar que Cristiano Yassaka, que responde pela delegacia de Barbosa Ferraz há mais de 20 anos, é um delegado “calça curta” (não é de carreira). Outra coisa: o carcereiro e a zeladora já foram funcionários da prefeitura, mas o município cortou a ajuda por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal. E olha que Barbosa Ferraz é sede de comarca. Imagine as cidades que não são...


    Sorteio
    O delegado-chefe da 16a SDP, Roberval Butaccini, disse ontem que vai enviar dois investigadores para a delegacia de Barbosa Ferraz. Isso será definido hoje. Se ninguém quiser ir, Butaccini promete fazer um sorteio. Ou seja: alguém terá que ir. Duro vai ser convencer o investigador a limpar a delegacia entre uma investigação e outra...


    Cruiser
    A Cruiser Táxi Aéreo pode acabar com a linha área diária entre Campo Mourão e Curitiba. Motivo: pouco público. Desde outubro, quando os vôos começaram, apenas 150 passagens foram vendidas na cidade. Assim o negócio não se viabiliza. Ah, mas e se a prefeitura comprar um pacotinho mensal de passagens, como fazia há alguns ano, não dá? Não precisa pôr isso na prestação contas...


    Mínima
    Quem apostou que a prefeitura vetaria a lei que acaba com a taxa mínima de água em Campo Mourão se deu mal. O prefeito em exercício Getulinho Ferrari (PPS) não só sancionou a lei como ela entrou em vigor no final de semana. Agora nada de cobrar R$ 11,55 de todo mundo que consome até 10 mil litros de água por mês. Cada um paga o que consome. Hummmm, isso tá com uma cara que vai sobrar pro povo...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Trata-se de laudo particular, de interesse dos réus, sem fé e ofício públicos”.

    Marcos César Romeira Moraes, juiz federal de Campo Mourão, explicando porque não levaria em conta o laudo que diz que as cotas de segurança da Usina Mourão estão todas erradas, em despacho que negou a suspensão dos prazos para as demolições das obras às margens do Lago Azul.

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br