Unicampo - Pós 2021
  • Se você passar hoje cedo por Quinta do Sol e encontrar o comércio assim, com as portas fechadas, não se espante. Não é o feriado de Tiradentes que foi transferido do domingo para a segunda. Muito menos comemoração pelos 502 anos do descobrimento do Brasil. É que ainda está em vigor a lei municipal que proíbe o comércio de abrir às segundas antes do meio-dia. Uma nova lei vai revogar isso, mas ela ainda precisa ser votada pela Câmara amanhã e na semana que vem. Isso fora a sanção da prefeitura. Ih, desse jeito dá até para assistir o “Domingo Maior” até o final...

    Comentário(s)
  • Prever - Descontos

  • Pesquisa
    Não é à toa que o presidente da Câmara, Izael Skowronski, vem dizendo por aí que o PPS deve definir seus candidatos a deputado através de uma pesquisa. Um levantamento interno feito pelo partido deixou Izael na frente de Edson Battilani e Douglas Fabrício. Foi um empate técnico, mas com Izael um pouquinho na frente. Ué, ele só tá puxando a sardinha pro seu lado...


    Regional
    A pesquisa em que Izael aparece na frente foi feita apenas em Campo Mourão. Animado com o resultado, ele sugere que o levantamento seja ampliado para o restante da região. Izael defende essa tese baseado num pensamento do líder maior do PPS, o deputado federal Rubens Bueno. Ih, deram a idéia, agora aguentem...


    Estrutura
    Quem acha que Izael não é o candidato ideal do PPS tem uma explicação na ponta da língua para dizer que liderar pesquisa não é tudo. Pra começar, lembra que essa pesquisa foi feita com o prefeito Tauillo Tezelli ainda na disputa e que hoje o quadro é outro. Depois, diz é preciso ter estrutura de campanha. Hummmm...


    Dinheiro
    Uma coisa, no entanto, os três pré-candidatos a deputado do PPS têm em comum: pouco dinheiro no bolso para investir na campanha. Na hora de se definir quem será o candidato, isso pesa pra caramba. Campanha sem dinheiro dificilmente decola. E depois, já pensou, perder na cidade para Nélson Tureck, como é que fica? Acaba o orgulho da turma por uma três gerações...


    Três, não
    O prefeito Tauillo Tezelli, aliás, sai pela tangente, quando lhe perguntam quem ele prefere ver como candidato a deputado entre os três “deputáveis” que estão no páreo. Ele afirma que apóia os três. O problema é que o partido tem que escolher só dois. A não ser que inventem de lançar dois candidatos a deputado estadual. Daí é só dizer que é para ajudar na legenda...


    Número
    Enquanto o PPS pena para definir seus candidatos, Nélson Tureck já mandou gravar até a música para a campanha de reeleição. Mais: o número dele está definido: 45.123. É 45 do PSDB e 1-2-3 do deputado. Mas então era só plagear a musiquinha da campanha de Tezelli: “Vamos dar as mãos! Um, dois, três! Eleger Tureck outra vez!”...


    Adesivo
    Rubens Bueno pode não ter musiquinha, mas correm soltos pela cidade adesivos de sua campanha ao governo do Estado. Isso contraria a legislação eleitoral, mas há “buenistas” dizendo por aí que a infração vale a pena. É que apesar da multa prevista para o caso, acredita-se que os adesivios antes da hora rendam preciosos votinhos. Além do mais, essa multinha nem tira pontos da carteira...


    Regional
    A vereadora Maria Verci não está nada satisfeita por ter voltado a trabalhar na Regional de Saúde. Ela reclama que foi colocada no segundo andar, longe do povo. Segundo a vereadora, o guarda da Regional precisa avisá-la toda vez que chega alguém querendo falar com ela. E lá vai Verci descendo e subindo escadas. Ah, pelo menos ajuda a manter a forma...


    Esperança
    Maria Verci é funcionária da Regional, mas há vários anos estava cedida ao Cis-Comcam. Este ano, foi devolvida ao órgão de origem. A esperança da vereadora agora é Nélson Tureck.
    Ela conta que Tureck consiga convencer o presidente do consórcio de saúde, Jaldemo Duarte (prefeito de Altamira do Paraná) a “recontratá-la”. Portanto, há um luz no fim do túnel...


    Aumentinho
    O Sindicato dos Servidores Municipais pode ter aprovado o aumento de 9,57% que a prefeitura de Campo Mourão vai dar ao funcionalismo em três parcelas, mas não há motivo para se orgulhar, não. Várias prefeituras da região concederam reajuste semelhante já a partir deste mês. E à vista! Isso sem contar que o sindicato queria 18%. Ah, mas quem não tem cão...


    Calendário
    Quem está recebendo agora o calendário anual da Fundação Cultural de Campo Mourão (Fundacam) fica sabendo que em janeiro teve reveillón popular e folia de reis, que em fevereiro teve carnaval de rua e que em março teve festa de São José. Hummm, se o calendário de eventos chegasse antes dos eventos seria uma boa, não seria?...


    Vitória
    Depois de ter perdido para Siqueira Campos por 7 a 5, o time de futsal de Campo Mourão se reabilitou e venceu o forte Toledo por 3 a 2 pela quarta rodada o Campeonato Paranaense. Jogo foi disputado sábado no ginásio do Lar Paraná. Próxima partida será sábado, em Maringá. Ah, então nem tudo é tão bom assim em Toledo como o prefeito Tauillo Tezelli pensa...


    Mando
    Dúvida em Goioerê: quem ficará com o mando político na cidade caso o senador Álvaro Dias seja eleito governador? O PDT local continua nas mãos do ex-prefeito José Paulo Novaes, mas poucos acreditam que Dias confie a ele essa missão. O favorito passa a ser, então, o ex-prefeito Fuad Kffoury. Apesar de tucano, ele se dá bem com o senador. Ih, o Rubens Bueno também se dava...


    Bolo
    “Você acredita na promessa do presidente FHC que a Estrada Boiadeira será concluída?”. Enquete encerrada sábado teve vitória dos pessimistas. “Tomara que não. Adoro o bolo da Boca Maldita” teve 46% dos votos, seguida de “Não. Era brincadeirinha do presidente” (20%) e “Sim. Mas ele não disse quando, disse?” (18%). O pior é que até o bolo tem ficado só na promessa. Ih, isso deve ser contagioso...


    Dobrada
    Esta semana, “Boca Santa” quer saber com quem Nélson Tureck dever fazer dobradinha e apoiar para deputado federal. Ontem, no primeiro dia de votação, “Valdete Rodrigues, só para usar a rádio dele”, saiu na frente, com 30% dos votos. Outras três opções estavam em segundo (20% cada). Vote. Ajude o deputado a se definir. Nem que seja pra valer como a boa ação do dia...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • (Pedágio) É o troço mais antipático do mundo”.

    Nilton Marquetti, presidente da Viapar, reconhecendo que é chato pagar pedágio, uma vez que a conta vem toda hora e não apenas uma vez por mês, como água, luz e telefone, semana passada, durante visita a Campo Mourão.

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br