Unicampo - Pós 2021
  • Esse é o clic do momento em que o prefeito Tauillo Tezelli fazia a entrega de um kit de materiais esportivos para o Colégio Santa Cruz. O repasse fez parte de um programa da Fundação de Esporte realizado em parceria com escolas públicas e particulares. A escola dá a estrutura física e a prefeitura fornece o resto, inclusive os monitores. Agora cá entre nós: por que dar bola pra escola particular rica pode e jogo de camisa pra gente pobre não pode?...

    Comentário(s)
  • Prever - Descontos

  • Violência
    Dono de fliperama assassinado em Engenheiro Beltrão. Rapaz executado dentro de carro em Peabiru. Maníaco ataca mulheres em Iretama. Cadeia é arrombada e preso libertado em Janiopólis. Vereador é preso por estelionato em Corumbataí do Sul. Não é por nada, não, mas se a região continuar nesse pique, Campinas que se cuide...


    Telefonista
    Ontem à tarde, aliás, Boca Santa ligou para a delegacia de Iretama. Atendeu o telefone um tal de José Carlos. Delegado da cidade? Apesar de ser sede de comarca, Iretama não tem delegado. Investigador? Não. Escrivão? Não. Telefonista? Não. Zelador? Não. Cozinheiro? Não. José Carlos é um preso mesmo. Hummmm...  


    Vende-se
    Mas não é apenas Iretama que se dá ao luxo de ter presos atendendo o telefone, não. Isso acontece em várias cidades da região. Em Barbosa Ferraz, o preso Caburé entrega até intimações pela cidade. Outro preso, o Paraná, fica no pátio fazendo redes e tarrafas. Mais: coloca uma placa na frente da delegacia informando que tem os materiais para vender. Prisão industrial, ué!...


    Estelionato
    O vereador José Estevam Amaral, de Corumbataí do Sul, preso por cobrar uma taxa para aposentar trabalhadores rurais, está sendo denunciado por estelionato. Se for condenado, pode pegar até cinco anos de prisão. Em Quinta do Sol, o vereador José Reinaldo Ferreira é acusado da mesma coisa, mas está solto. E depois ainda dizem que tem vereador que não faz nada...


    Eleição
    Com a morte de Armando Alves de Souza, deputado Nélson Tureck não perdeu apenas o apoio do prefeito de Mamborê, mas de um cabo eleitoral que iria pedir votos para ele em toda a região. Tureck afirma, porém, que terá o apoio do novo prefeito Lair Maggioni. Mas é bom tomar cuidado. O que tem de “deputável” por aí de olho em Maggioni...


    Parcela
    Justiça seja feita: o prefeito de Farol, Edson Martins, propôs, sim, um acordo para o município quitar uma dívida de R$ 180 mil com a Previscam. Ele sugeriu R$ 1 mil de entrada e o restante dividido em parcelinhas de R$ 600. Verdade! A proposta foi recusada. Ah, era só dispensar os juros que em 24 anos o débito ficaria quitadinho...


    Antigo
    O problema da prefeitura de Farol com a Previdência dos Servidores de Campo Mourão é antigo. Na primeira gestão de Farol (1993/96), o então prefeito Gilmar Cardoso chegou a fazer uma confissão de dívida. Confessou, mas pagar que é bom, nada. Aliás, se interessar à Previscam, o prédio da prefeitura de Farol pertence ao Fundo Previdenciário dos servidores. Olha aí, ó!...


    Aprova
    O prefeito de Janiópolis, Avelino Bortolini, jura que não está preocupado com o fato do Tribunal de Contas ter rejeitado suas contas de 1995, ainda em sua primeira gestão. Segundo ele, o parecer do TC será derrubado pela Câmara. Tudo bem. Mas que não poderia ter usado dinheiro do Fundo de Previdência para pagar o 13o salário, não poderia. Ah, mas se aprendeu já é um avanço...


    Rejeita
    O Tribunal de Contas também rejeitou as contas de 2000 do ex-prefeito de Janiópolis Júlio Batista Guimarães. Segundo a prefeitura, foram encontrados mais de 80 irregularidades. Para complicar as coisas para Guimarães, ele não tem lá muita simpatia dos atuais vereadores, não. Daí, já viu, o negócio será apelar para a Justiça. E não ter pressa, é claro...


    Balanção
    O deputado federal Rubens Bueno estará hoje à noite no auditório da Unespar/Fecilcam. Mais uma vez, ele começa um giro pela região para fazer a tradicional prestação de contas de seu mandato. Reunião começa às 20h. Pelo menos quando era prefeito, Bueno era rigoroso no horário. Agora, como governadorável, anda dando umas atrasadinhas. Ah, tá se preparando para o cargo...


    Polícia
    A prefeitura de Campo Mourão enviou ofício para o delegado-chefe da 16a Subdivisão Policial, Roberval Butaccini, pedindo providências contra o mototáxi que vem funcionando na Vila Urupês. O delegado chamou o pessoal para uma conversa, mas não passou disso. Até porque a função de fiscalizar comércio ilegal é da prefeitura. Ah, mas vai mexer com isso em ano eleitoral?...


    Preparo
    O vereador Luiz Carlos Kehl usou a tribuna da Câmara para criticar o presidente Izael Skowronski. Tudo por causa daquelas indiretas que Izael deu no deputado Nélson Tureck. Khel foi duro. Disse que Izael não está preparado para ser deputado e prometeu se vingar com ataques a Rubens Bueno se o presidente insistir em falar mal de Tureck. Ih, então é guerra...


    Reciclagem
    Depois da Asa Leste, agora é a vez dos moradores Asa Oeste (Lar Paraná e bairros vizinhos) serem incluídos na coleta seletiva de lixo da prefeitura. A coleta começou na terça-feira. No mesmo dia, a Câmara aprovou requerimento de Gustavo Gurgel querendo saber quanto a prefeitura está arrecadando com o lixo reciclado. Ué, não é a prefeitura que diz que “lixo é real”?...


    Licitação
    Você sabia que a Câmara de Campo Mourão gastou R$ 800,00 em diárias só para o assessor jurídico e o assessor do presidente irem a Curitiba participar de um curso que ensinou como contratar sem fazer licitação? Parece piada, mas é sério. Fazem até curso para não abrirem licitação. Com a palavra, o presidente Izael Skowronski...


    Estacionamento
    O vereador professor Idê não se conforma com os critérios de estacionamento da prefeitura. Ele não entende porque permite-se estacionar dos dois lados da avenida em frente ao Cies e ao Fórum, por exemplo, mas impedem que se faça o mesmo na frente a igrejas evangélicas. E olha que nas igrejas é só na hora do culto. Ih, se ele que é amigo dos homens não entende...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • No mínimo, o senhor está me chamando de burro.

    Luiz Carlos Kehl (PFL), vereador, irritado com o presidente da Câmara, Izael Skowronski, que insiste em dizer que nunca falou o nome do deputado Nélson Tureck nas críticas que faz ao parlamentar por aí.  

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br