Unicampo- vestibular - 2022
  • Roupa suja se lava em casa. E máquina de lavar roupa se deixa na calçada. Pelo menos para algumas lojas do centro de Campo Mourão, a lógica é essa. A foto não deixa a gente mentir. Tá certo que as máquinas ficam no cantinho da calçada, mas calçada é calçada, não pode ter obstáculo nenhum. Ainda mais no centro da cidade. Fica feio, parecendo Ciudad del Este. Além do mais, como estão na calçada, alguém pode acabar pensando que se trata de alguma máquina pública e levar roupa suja de casa para lavar.   ...

    Comentário(s)
  • Corpal - Royale - Lançamento

  • Matéria publicada ontem pela “Folha de Londrina” mostrou o patrimônio que cada candidato ao governo do Estado e ao Senado declarou ao TRE. Como tem mourãoense na jogada, vale o registro. Rubens Bueno disse que tem bens no valor de R$ 738,6 mil. Já a candidata ao Senado Eda Slomp declarou R$ 166,4 mil. Tadinhos deles, nem somados chegam a R$ 1 milhãozinho...


    Comparação
    Só para se ter uma idéia de como os mourãoenses são “pobrezinhos”, basta dizer que Bueno com os seus R$ 738,6 mil terá que concorrer com Giovani Gionédis, que declarou R$ 4,3 milhões, e com Álvaro Dias e os seus R$ 3,8 milhões. Se bem que tem gente mais pobre. Requião, por exemplo, disse que só tem R$ 654 mil e, padre Roque, R$ 254 mil. E o Provopar não faz nada, hein?...


    Cruel
    Para o Senado, então, a tarefa de Eda Slomp é mais mais cruel. Com o seu patrimônio de R$ 166 mil, ela terá que enfrentar o ex-governador Paulo Pimentel, com seus R$ 9,4 milhões. Isso sem falar em Luciano Pizzato (R$ 3,6 milhões) e Osmar Dias (R$ 2,6 milhões). Hummm, mas se Eda Slomp tem só R$ 166 mil, o pai dela não deveria ter doado aquele terrenão pra Santa Casa, né?...


    Dinheiro
    Em política, aliás, acontecem coisas estranhas. Bueno, por exemplo, tem R$ 738 mil em bens e vai gastar R$ 1,7 milhão na campanha para governador. Beto Richa tem R$ 1,2 milhão e vai torrar R$ 12,6 milhões na disputa pelo Palácio Iguaçu. Requião, então, diz que tem R$ 654 mil e investirá R$ 8 milhões para tentar ser governador de novo. Ah, como é lindo essa gente que só pensa no povo...


    Genérico
    Agora é lei. Todos os médicos de Campo Mourão são obrigados a colocarem o nome genérico dos medicamentos que receitarem. A determinação vale, inclusive, para clínicas e hospitais particulares. Só não precisa brigar com o seu médico agora. A prefeitura ainda tem 30 dias para regulamentar a lei e definir a multa para quem descumpri-la. Ih, se funcionar igual a lei da letra legível...


    Coletivo
    O prefeito Tauillo Tezelli quer que a Câmara vote em regime de urgência uma alteração no Conselho Municipal do Transporte Coletivo Urbano. Pela proposta do prefeito, o conselho passará a contar com um representante de sindicatos e outro de associações de moradores. A lei original é de 1981 e só fala em representantes de clubes de serviço. Antes tarde do que nunca...


    Quer mais
    O vereador Celso Hruschka fez um relatório querendo ainda mais mudanças na composição do conselho. Ele sugere que os representantes dos sindicatos e das associações de moradores sejam dois de cada e que o indicado pela Câmara seja um servidor de carreira escolhido pelo plenário. Ué, não foram mexer com uma lei de 21 anos que tava quietinha na gaveta? Agora aguentem…


    Amistoso
    Você sabia que, antes de perder para o expressinho do Coritiba (3 a 0), o time da Adap já tinha vencido Arapongas (3 a 2), Portuguesa Londrinense (3 a 2) e Grêmio de Maringá (2 a 0)? Ninguém sabia, mas dizem que é verdade. Deve ser por isso que um torcedor do Coritiba que mora num prédio da av. Goioerê colocou até bandeira do time na sacada. Ah, sabe-se lá quando se vai ganhar do Adap de novo, né?...


    No escuro
    Mistério na praça São José, no centro de Campo Mourão. As luzes se apagaram no sábado à noite e não se acenderam mais. O padre Ademar Lins ficou preocupado. Ontem surgiu a explicação da prefeitura de que se trata de uma pane elétrica e de que o conserto estava a caminho. Se bem que teve o lado bom. Na escuridão da noite, nem deu pra ver como a praça tá feia e abandonada...


    Autoridade
    Tá certo que a festa era dos agrônomos pelos 30 anos da Associação e que o deputável Edson Battilani pertence à categoria, mas soou meio forçado chamarem um vereador para representar a prefeitura no evento de sábado à noite. Não tinha ninguém do Executivo para fazer isso? Nenhum secretário? Nenhum agrônomo da prefeitura? E ainda falam em independência dos poderes...


    Feijoada
    Falando em agricultura, o vice-prefeito Getulinho Ferrari é destaque na última edição do “Jornal Coamo”. Tudo porque ele vem tendo sucesso nos 21 alqueires que destinou, pela primeira vez, ao cultivo do feijão. O vice-prefeito colheu, em média, 65 sacas por alqueire e comemorou os bons preços do mercado. Só falta agora convidar os amigos pra feijoada, né Getulinho?...


    Clandestino
    Ninguém precisa ficar sabendo, mas o show de kart que foi realizado domingo no kartódromo de Campo Mourão foi meio por “debaixo dos panos”. É que a Federação Paranaense de Kart cobra uma taxa de R$ 2,5 mil para homologar uma competição. É muito dinheiro. E olha que tinha até advogado correndo, hein? Ah, mas o que é proibido é mais gostoso...


    PRA ENCERRAR...

    Playboy - Leitor manda e-mail lembrando que, caso Ciro Gomes seja eleito, o Brasil será o primeiro País do mundo a ter uma primeira-dama que já saiu nua na “Playboy”. Ah, lembrou também que ele tem a revista e que, pagando bem, pode até emprestá-la...

    Eleição - Familiares do radialista Ely Rodrigues garantem: apesar de estar filiado no PPS, ele deve votar em Valdete Rodrigues e Darcy Deitos. Motivo: Valdete é companheiro de rádio e, Deitos, anunciante do seu jornal.  ...

    Mil reais - O deputado Nélson Tureck diz que tem candidato oferecendo até R$ 1 mil por mês para roubar alguns de seus cabos eleitorais. Mas ele avisa sua turma que isso é golpe e que quem for pode não vai rereber. Só faltava essa: leilão de cabo eleitoral...

    Comentário(s)
  • Prever - Descontos

  • Fui eu quem iniciou a Boiadeira. Só que depois ela foi abandonada por outras administrações.

    Álvaro Dias (PDT), senador e candidato ao Palácio Iguaçu, prometendo a conclusão da Estrada Boideira, caso seja eleito governador, durante visita a Campo Mourão; ontem, na “Tribuna do Interior”.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Brinquedolândia

  • Educare - Horizontal

  • Baile Tropical

blz.com.br